Muitos foram sendo fisgados no 37º FIPe

                     

A Princesinha do Paraguai virou a Rainha da Pesca Esportiva do Brasil. Na manhã deste domingo (10), desde as primeiras horas, Cáceres respirou pescaria. Logo após a largada da prova motorizada do 37° FIPe, as equipes se dirigiram rio abaixo para a raia de pesca escolhida pela comissão de arbitragem, próximo ao Porto Sadao. Desde o início  da prova de pesca, o que se viu foi uma integração de pessoas e pescadores comungando dos ideias da pescaria esportiva. Diversas espécies de peixes já foram capturadas até o momento no festival.  Pintado, Surubim, jaú, barbado, pacu, jiripoca, jurupencen e palmito, são algumas espécies bastante pescadas até o momento.  A disputa ainda promete muitas emoções.

O Secretário Júnior Trindade informou que até às horas 11horas muitos  peixes já haviam sido fisgados, medidos e devolvidos ao rio Paraguai.

“O  37° º FIPe está sendo um sucesso do pesque e solte, muitas espécies de couro e escama  estão sendo capturadas hoje, mas, por ser uma pesca esportiva eles voltaram ao rio para poder procriar e garantir as mesmas emoções para as gerações futuras”, comemora Júnior.  

Para ele o FIPe é uma celebração da piscosidade do Rio Paraguai.

O prefeito Francis Maris, também vibrou com a pesca. “Por isso que temos que estar atentos e sempre orientando as pessoas, da importância da pesca consciente e ecologicamente correta”, brada Francis.

37º FIPe  Venha para a direção certa da emoção!

 

Esdras Crepaldi

 

                                    

 

 

 

Galeria :

Patrocinadores: